O investimento publicitário no digital está a crescer. Essa é uma realidade que ninguém coloca em dúvida e acontece quer em Portugal, quer a nível internacional. Nos Estados Unidos da América, em 2016, o investimento no digital superou o alocado em televisão, pela primeira vez na história, realidade que ainda não se verifica em Portugal mas onde o digital é o meio que mais cresce.

E se as marcas olham para o digital, olham também com muita atenção para as redes sociais, que representam já cerca de um terço do total do investimento em digital, onde, não só os jovens mas a maioria da população passa grande parte do tempo quando está ligada à internet. A forma como consumimos esse meio, muito através do mobile, está a levar as marcas e as agências a desenvolverem novos formatos publicitários uma vez que o consumo deste meio se faz, maioritariamente com o smartphone em posição vertical.

Facebook, Instagram e Whatsapp bem como o Facebook Messenger, todos pertencentes ao mesmo grupo, são hoje as redes sociais de referência da população e em Portugal, cerca de 60% dos dispositivos ligados à internet são smartphones.

Perante este panorama, e com uma evolução cada vez mais acelerada nesta área, é necessário acompanhar as regras do universo das redes sociais como por exemplo, os diferentes formatos de  marketing conteúdo.

 

Fonte: Imagens de Marca

Artigos

Uso das redes sociais em Portugal triplicou

Um novo estudo afirma que mais de metade dos portugueses usa as redes sociais, mas apenas um terço das empresas as usa. O Facebook é a rede social mais comum em Portugal. O número de Ler mais...

O Instagram é o novo Facebook?

O Instagram é, actualmente, uma das principais redes sociais e pode gerar resultados muito positivos para os seus esforços de marketing digital. Na Gavinha já optimizamos as estratégias dos nossos clientes para esta nova realidade! Ler mais...

Valorize a sua empresa através de uma comunicação digital integrada.

O comportamento e perfil do consumidor foi-se alterando perante o mundo cada vez mais digital e conectado. Hoje, o cliente é mais crítico e mais informado, com a possibilidade de pesquisar, comparar e analisar críticas e avaliações Ler mais...